Ex Alunos

DEPOIMENTOS DOS EX ALUNOS

Ana Luisa Smith Rocha / 2015

Aprovada em Medicina na USP e UNICAMP (1º lugar), UFBA, UNEB (1º lugar 2014) e Unifesp. “Comecei o Curso Interseção ainda em meu segundo ano, por saber quer seria uma longa caminhada até a aprovação em SP. Conhecendo a equipe de professores do curso, tive a certeza de que estava no melhor lugar para alcançar meu sonho. O primeiro ano, conciliado com o colégio, foi bastante puxado, e teve como

resultado a aprovação na UFBA e na UNEB. Resolvi insistir no meu sonho de USP e UNICAMP, e comecei mais um ano de curso. Já conhecendo meus próprios pontos fracos, fui capaz de aproveitar ainda mais as aulas no Interseção. Acredito que confiar nos conselhos dos professores e também descobrir o seu próprio método de aprendizado são essenciais para garantir aproveitamento máximo nos estudos! No final, ao ver seu nome na lista, todo o sacrifício feito – exercícios infindáveis, festas recusadas- valerá MUITO A PENA. Ontem foi definitivamente um dos dias mais felizes da minha vida!”

Curso Interseção – Aprova e comprova #5 – APROVADO EM 4 FEDERAIS NO BRASIL + UNIVERSIDADE NOS EUA.

Curso Interseção – Aprova e comprova #4 – APROVADO 4 VEZES EM MEDICINA!

Reilton Bernardes / 2010

“Eu sou Reilton Bernardes, tenho 21 anos e atualmente curso o 2º ano no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Estudei durante dois anos no Curso Interseção, 2010 e 2011, e agora estou vivendo um grande sonho que é almejado por inúmeros jovens: estar fazendo o que gosta, feliz consigo e com as escolhas que têm feito. Hoje, três anos depois que entrei no Curso Interseção, vejo que tudo o que vivo agora só foi possível graças a Deus, minha Família e também mediante todo meu esforço e dedicação, mas não seria possível sem o apoio que encontrei no cursinho. Falo tanto do apoio acadêmico oferecido pelos excelentes professores, em especial, aqueles da Turma ITA, como também do apoio emocional, da assistência e do tratamento individual oferecidos pela Direção do Curso, especialmente pelo Prof. Humberto Prates e pela Cord. Luciene Prates. Em 2010, no meu primeiro ano do Cursinho, eu tentei fazer todos os infinitos exercícios dos módulos, ia para todas as aulas e procurava fazer todos os simulados, pois eu acreditava que essa rotina era essencial para obter êxito em vestibulares tão concorridos como o do IME e do ITA. No fim do ano, fui aprovado em Eng.Elétrica na UFBA e também no IME, onde não cheguei a ser convocado em virtude da minha colocação.

O Curso Interseção confiou em mim e na minha capacidade e em 2011 fiz o segundo ano de cursinho. E, finalmente, no fim de 2011, no dia 28 de dezembro, recebi o melhor telefonema da minha vida: “Parabéns, você foi aprovado no ITA”. Penso que a persistência é uma característica muito importante na vida de um vestibulando, pois é ela que faz você seguir em frente mesmo depois de tropeços. Não foi fácil fazer o segundo ano de cursinho e imagino que deve ser muito mais difícil para alguns fazer o terceiro, quarto, quinto ano… Mas eu acredito que todos, no primeiro ano ou no quinto, devem pensar no tamanho do sonho que carregam consigo. Às vezes é mais fácil olhar para a dificuldade que se levanta, para os sacrifícios que temos que fazer, para as amizades que são deixadas um pouco de lado, entre outras coisas, mas o melhor a fazer é prosseguir em busca do seu objetivo, sem olhar a dor do percurso, mas somente olhando para a vitória que te espera no final. Eu sou e sempre serei imensamente grato ao Curso Interseção por tudo o que fizeram por mim e desejo, a todos os vestibulandos, um ano cheio de dedicação e estudo, mas também com muita vitória.

Grande abraço!”

Curso Interseção – Aprova e comprova #2 – Aprovada no IME/Bahiana de Medicina 2013/2014

Curso Interseção – Aprova e comprova #3 – Aprovado no ITA/IME 2007

Lucas Robatto / 2009-2010

“Me chamo Lucas Robatto, estudo Engenharia Mecânica no ITA e fui aluno do Curso Interseção em 2009 e 2010. Minha trajetória foi um pouco atípica, pois antes de decidir cursar Engenharia eu estudei Medicina na UFBA por dois anos e meio. Decidi mudar de curso por me identificar muito mais com a Engenharia. Fiz uma pesquisa sobre a Engenharia, vi um vídeo sobre o ITA e pensei: é lá que quero estudar. Depois surgiu o questionamento: e agora, como estudar? Foi então ouvi sobre o Curso Interseção e a Turma ITA. Fiz então minha matrícula no Curso e no início da preparação encontrei muita dificuldade, pois estava havia mais de dois anos sem estudar nada relacionado às matérias exatas. Não lembrava como resolver nem equações de 2º grau. Fiz então uma revisão de assuntos do ensino fundamental e médio antes de frequentar as aulas. Quando cheguei ao curso, me deparei logo com problemas de matrizes infinitas e com alunos brilhantes, eliminando toda minha confiança por ter sido um bom aluno no ensino médio e por ter estudado Medicina. Tive então que deixar o passado para trás, ser humilde e começar do zero. Assistia a todas as aulas, estudava muito todos os dias, fazia centenas de exercícios e todos os simulados. Encontrei no Curso Interseção excelentes Professores e uma equipe

extremamente preparada que me deu todo o apoio e incentivo para eu estudar. Estudei nas consideradas melhores escolas da Salvador, mas afirmo sem dúvidas de que não há melhor ensino na Bahia e até no Brasil fora do Curso Interseção, onde o ensino é sério, com foco no aprendizado do aluno, permitindo a melhor preparação para os vestibulares. No meu primeiro ano de preparação, não fui aprovado no ITA, mas adquiri uma boa base teórica. No segundo ano de preparação, cursei Engenharia de manhã na UFBA e fazia Turma ITA à tarde, e dei mais foco na resolução de provas, fazendo todas as provas do ITA disponíveis desde as décadas de 70-80 às atuais. Desse modo, fui aprovado em 2010 no ITA, uma felicidade incomparável. Toda essa conquista não seria possível sem o Curso Interseção, sou eternamente grato ao Professor Humberto Prates, a Luciene Prates, e aos demais professores e equipe de apoio da turma ITA. Agradeço também às muitas amizades que fiz no Curso neste período, pois aprendi e me motivei muito com meus colegas. Hoje estou muito feliz estudando no ITA. A minha mensagem para os vestibulandos é: Acredite em você mesmo e dê o melhor de si, que você conquistará o que deseja. Um abraço a todos!”

Curso Interseção – Aprova e comprova #6 – 2º LUGAR EM MEDICINA NA UFBA

Victor Hirokii / 2007

“Olá, meu nome é Victor Hiroki e sou mais uma prova viva de que o Curso Interseção é o melhor curso pré-vestibular da Bahia. Fiquei sabendo do curso através de dois amigos meus: Victor Mehmeri e Gabriel Stockler, ambos ex-alunos também. Em 2007, logo quando os dois me abordaram em casa com a grade dos horários das aulas de nivelamento, já notei que se tratava de um curso diferente: além do precoce início das aulas (antes do término das férias do colégio), a carga horária era mais extensa que o normal. Frequentando as aulas ao longo do ano, conheci ainda mais o perfil do curso. O Interseção não é como os outros pré-vestibulares, ele explora ao máximo a capacidade do aluno e usa isso para obter resultados – as aprovações. Sempre gostei de Matemática, era o meu forte entre as matérias do colégio, portanto nunca tive dificuldades com ela. Até eu entrar no Interseção, achava que sabia tudo de Matemática e que resolvia as questões mais difíceis. Eu estava totalmente enganado. Conheci alunos e professores no curso que não só resolviam questões de Matemática muito mais difíceis, mas que também tratavam a Matemática (e as outras matérias) de uma forma completamente diferente.

E é nessa diferença que o Curso Interseção se baseia, fazendo-se o melhor curso da Bahia em minha opinião. Não consegui me dedicar ao curso em 2006. Tive problemas em conciliar o colégio com o curso. Como a minha base advinda do colégio era muito fraca, não deu tempo para me preparar bem para os vestibulares daquele ano. Ainda assim, consegui ir para as segunda fases da Fuvest e da UFBA, mas não fui aprovado. Acabei apenas com uma vaga na UNEB (5º Lugar em Sistema de Informação). Já em 2007, tive tempo para me dedicar integralmente ao curso. Diferentemente do ano anterior, freqüentei as aulas, fiz os exercícios dos livros, estudei com certa freqüência, fiz quase todos os simulados, enfim, dediquei-me. Resultado: aprovado em 96º (de 800 posições) em Engenharia Elétrica (ênfase em Computação) na Escola Politécnica da USP, aprovado em Engenharia da Computação na UNICAMP e na UFSCAR, e aprovado em Engenharia Elétrica na UFBA. Este sim é um curso que trata o ensino de maneira séria. E o melhor: dá certo.
Agradeço a todos do Curso Interseção (professores, alunos, administradores e auxiliares)!”

Rodrigo Maranhão / 2005

“Esse foi um ano de muita luta, de muito esforço. Durante todo o primeiro semestre, tive que conciliar o curso com o 3º ano do colégio. Durante o primeiro semestre, eu ia dormir meia noite quase todos os dias (para conseguir dar conta da enorme quantidade de exercícios que tinha para fazer) e acordava às 6 horas da manhã para ir ao colégio. À tarde eu ia para o curso. No segundo semestre eu sai do colégio e pude me dedicar integralmente aos meus objetivos: os vestibulares do IME e do ITA.Tenho certeza que o Interseção foi muito importante para todas as conquistas que tive durante o ano. O material é o melhor possível. Ia muito além do básico, até mesmo para IME e ITA! Se não fosse toda a ajuda de Luciene, dos professores e principalmente do coordenador e prof. Humberto Prates, eu jamais teria passado no IME. Também consegui medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Física, medalha de

ouro na olimpíada brasileira de matemática das escolas públicas e medalha de ouro na olimpíada de matemática daqui da Bahia. Não passei no ITA, mas estou certo que o Interseção me ajudou a atingir o melhor que eu poderia alcançar esse ano (passar no IME não é pouca coisa!). A prova de que eles prepararam muito bem, é que o Frederico Frydman conseguiu passar no ITA (passou em engenharia da aeronáutica, o curso mais concorrido do ITA!), além de passar no IME (foi o 24º colocado no vestibular para a ativa!) e na AFA (2º colocado no concurso para piloto!)! Claro que o CMS me deu uma excelente base para que eu conseguisse acompanhar as aulas no curso Interseção, mas tanto o vestibular do ITA como do IME cobram várias coisas além do nível estudado no ensino médio, e foi no curso Interseção que aprendi tais conteúdos. Lá eu sempre tive todo o apoio de que precisei. Só tenho que agradecer a todos no Interseção!”